Resenha | Os Prós e Contras de Nunca Esquecer – Val Emmich

Olá, Sonhadores! Você gosta de música? Bem, grande parte das pessoas sim e hoje vou falar sobre um livro que mistura essa temática com outra que é sempre interessante: a memória. Eu li Os Prós e Contras de Nunca Esquecer do autor Val Emmich, lançado pela editora Intrínseca aqui no Brasil, através do clube de leitura do blog Mãe Literatura e vou compartilhar com vocês minhas impressões!

“Para ganhar o concurso, preciso de uma música que faça as pessoas sentirem vontade de danças ou chorar. Essas são as sensações mais fortes que uma música pode provocar. Quando dançam, as pessoas esquecem e, quando choram, elas lembram.”

Não vou me dar ao trabalho de resumir a história visto que a sinopse (que você pode conferir no final deste post) faz isso com perfeição. No geral, é um livro que eu dificilmente leria por vontade própria, mas vou comentar alguns pontos que me chamaram atenção:

Para começar, este é um livro que mistura dois temas: música e memória. Inclusive, isso fica evidente pela própria capa, onde a imagem claramente remete aos disco dos Beatles e, o título, a temática de memórias. Confesso que nunca fui fãs dos Beatles e geralmente tenho preguiça demais de livros que gostam de enfiar músicas goela abaixo do leitor. Sério, muita preguiça de livro que resolve colocar um trecho de alguma música da Demi Lovato no começo dos capítulos ou fazer o personagem cantar no meio da história uma da Taylor Swift. Nada contra as cantoras em si, mas EM MIM não causa efeito nenhum, mesmo se for músicas que eu conheço. Inclusive, falarei sobre isso em um post em breve. Mas voltando, FELIZMENTE, esse não é o caso desse livro. Existem referências durante a narração, como o próprio nome da Joan Lennon, mas é leve a ponto de não ter me incomodado. Já o tema da memória, isso sim me atraiu! É um assunto que sempre dá pano pra manga pra discutir e criar histórias em cima, então me deixou animado para ler.

Outro tema que a história aborda é o luto. Eu nunca tive problemas para falar sobre morte, mas sei que é gatilho para muita gente. No começo do livro até eu cheguei a ficar um pouco afetado por isso, principalmente por causa do Gavin ser gay e ter perdido o marido que tanto amava tão cedo! Foi triste e eu demorei um pouco para me sentir confortável com a leitura. Então fica aqui o alerta. Uma coisa que me ajudou nisso foi o desenvolvimento dos personagens, o autor consegue causar conflitos na vida deles, sem cometer o erro de deixar eles irritantes. Pelo menos para mim, tanto a Joan quanto o Gavin são muito legais e agradáveis.

Falando um pouco sobre os personagens, no começo eu estava achando a Joan uma menina bem avançada para a idade. Pensei: “Uma criança de 10 anos realmente fala e se comporta assim?”. Porque eu não tenho contato com crianças dessa idade há muito tempo. Felizmente nos encontros do clube me falaram que sim, é disso para pior! Tanto que eu também cheguei a pensar que os pais da Joan as vezes tratavam ela um pouco mal, mas como bem me lembraram: não é fácil lidar com crianças, a gente se estressa as vezes! O lado bom de participar de um clube de leitura está nessas coisas, ver pontos de vistas diferentes sobre uma mesma história. Um livro que eu poderia dar 3 estrelas pode ir pra 4 depois de uma boa discussão (ou cair de 5 para 2 quando somos iludidos na leitura e depois nos fazem perceber coisas que nos passou batido). Participe de clubes, recomendo bastante!

A escrita do autor é bem fluída, li a primeira metade super rápido, mas a segunda metade demorei mais, senti que a história deu uma caída e não gostei muito das escolhas que o autor fez. Algumas pessoas acharam ok, mas realmente essas escolhas me fizeram tirar uma estrelinha da avaliação desse livro. Por exemplo, a condição da memória da Joan é um tema tão interessante, super queria saber mais sobre e o autor não se aprofundou muito nisso. Em um capítulo ele comenta algumas coisas, mas dentro de uma cena confusa que era pra ser engraçada talvez, não sei. Tem também um mistério no livro que a gente fica querendo saber o que afinal aconteceu e quando o segredo vem a luz parece aceitável a primeira vista, mas quando você analisa os detalhes fica meio bizarro. Enfim, como eu disse, foram algumas escolhas do autor que não me agradaram.

De qualquer forma, eu super recomendo! É uma leitura agradável que vale a pena e trás algumas reflexões bem interessantes.

“(…) para a maioria das pessoas, lembranças são como contos de fadas, o que significa que são mais simples, engraçadas, felizes e emocionantes do que a vida é de verdade.”


Avaliação

Avaliação: 4 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


Os Prós e Contras de Nunca Esquecer

Val Emmich

ISBN: 978-85-510-0368-8

2019 – Intrínseca

320 páginas (Pt/Br)

Sinopse: Joan Lennon é uma menina de 10 anos com um dom surpreendente: ela é capaz de lembrar, com exatidão de detalhes, tudo que aconteceu com ela. Sabe quantas vezes a mãe disse “sempre dá certo” nos últimos seis meses, lembra dos dias e dos motivos para ter chorado, mas compreende também que nem todos têm essa capacidade. A maioria das pessoas, ela sabe, esquece as coisas, mas Joan não quer ser esquecida pelos outros. Então quando depara no jornal com um concurso cultural intitulado “Próximo Grande Compositor”, ela encontra a resposta: uma boa música é impossível de ser esquecida. Ela só precisa achar o colaborador perfeito. E é aí que entra Gavin Winters.
Amigo de faculdade dos pais de Joan, Gavin é um ator famoso de Los Angeles que no momento enfrenta a dor terrível de ter perdido subitamente o namorado, Sydney. Depois de ter um vídeo seu em surto vazado na internet, Gavin decide dar um tempo na casa dos velhos amigos.
Logo que se conhecem, Gavin e Joan fazem um acordo peculiar: ele vai ajudar Joan com a música e em troca a menina vai contar tudo que se lembra de Sydney. Mas o que no início era reconfortante acaba se tornando uma tortura no momento em que Gavin é obrigado a encarar o fato de que o namorado talvez estivesse escondendo alguma coisa.
Emocionante e divertido, Os prós e os contras de nunca esquecer é um livro de estreia surpreendentemente encantador, para ser lido com Beatles tocando ao fundo.

Neste mês de Agosto de 2021 estou fazendo o BEDA com postagens diárias aqui nesses 31 dias! Se você gostou do conteúdo não deixe de curtir e seguir o blog para receber notificações quando sair coisas novas e também me segue no Instagram para interagir comigo lá: @leitordossonhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s