Resenha | Novembro, 9 – Colleen Hoover

Olá, Sonhadores! FI-NAL-MEN-TE eu li um livro da Colleen Hoover! Tinha comprado a séculos um box de livros dela e estava enrolando pra ler, mas esse dia chegou! Eu perguntei no insta por qual dos três eu deveria começar e a maioria votou por “Novembro, 9”. Então é sobre ele que falaremos hoje!

“Você nunca vai conseguir se encontrar se estiver perdida em outra pessoa.”

A sinopse resume perfeitamente sobre o que é o livro, mas vou acrescentar alguns detalhes relevantes. Fallon é uma jovem atriz que sofreu graves queimaduras pelo corpo num incêndio e isso destruiu só sua carreira, sua relação com o pai (a quem ela culpa pelo acidente), mas, principalmente, destruiu sua autoestima. Ben, nosso outro protagonista, é um jovem escritor, um pouco desleixado, que perdeu os pais e não lida bem com isso.

Os dois se conhecem em um restaurante em que Fallon e seu pai estão discutindo e Ben resolve interferir fingindo ser namorado da garota. Ela entra no jogo para provocar o pai e a partir desse dia esse falso namoro acaba criando um laço entre os dois. Fallon se sente atraída pelo rapaz não só pela aparência ou por como ele a trata, mas pelo fato dele não se importar com suas cicatrizes.

Porém, esse rápido romance precisa ser encerrado porque Fallon está para se mudar pro outro lado do país para tentar uma carreira no teatro, já que a TV e o cinema estão fora de seu alcance. Fallon entra em um dilema de ao mesmo não não querer perder o contato de Ben, mas não querer também se sentir presa a alguém distante. Então eles decidem não trocar nenhum contato, mas uma vez por ano, neste dia em que se conheceram (9 de Novembro) eles se reencontrarem para saber como estão e para Ben mostrar o livro que vai escrever inspirado neles.

Eu achei que a trama tem uma proposta muito legal e foi um primeiro bom passo para eu gostar do livro. E sendo minha leitura de estreia da autora, também gostei da escrita e da linguagem que ela usa, então mais um ponto positivo.

Quanto aos personagens, eu achei que tiveram um desenvolvimento muito bom. Ambos foram personagens que conseguiram me cativar. As fragilidades de Fallon e todo o esforço que ela tem para supera-los só mostram o quanto ela é forte. Ben é extremamente cativante, ele tem uma aura de esquisito com que me identifico, mas é gentil e divertido. Difícil não gostar deles.

Mas claro que nem tudo são flores. Nem Fallon, nem Ben são perfeitos, até porque a história precisa de conflitos. O livro por diversas vezes trás situações que ficamos pensando “será que essa relação está saudável?” ou “será que essa é a melhor forma de tratar alguém que passou por essa experiência tão traumática e carrega pra sempre as marcas disso?”. No meu ponto de vista, ao longo da história, Ben fez um bom papel, mas só alguém que sabe como é viver marcado com queimaduras poderia falar sobre isso. Apenas as motivações do rapaz me foram um pouco questionáveis.

Para concluir, queria dizer que gostei bastante. Confesso que tive receio de acabar não gostando da autora, mas ela me conquistou. Pretendo ler os outros livros dela em algum momento, mas por hora recomendo este para quem quer conhece-la também!

“A juventude e a beleza passam. A decência humana, não.”


Avaliação

Avaliação: 4 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


Novembro 9

Colleen Hoover

ISBN: 978-85-010-7625-0

2016 – Galera Record

352 páginas (Pt/Br)

Sinopse: Fallon conhece Ben, um aspirante a escritor, bem no dia da sua mudança de Los Angeles para Nova York. A química instantânea entre os dois faz com que passem o dia inteiro juntos – a vida atribulada de Fallon se torna uma grande inspiração para o romance que Ben pretende escrever. A mudança de Fallon é inevitável, mas eles prometem se encontrar todo ano, sempre no mesmo dia. Até que Fallon começa a suspeitar que o conto de fadas do qual faz parte pode ser uma fabricação de Ben em nome do enredo perfeito. Será que o relacionamento de Ben com Fallon, e o livro que nasce dele, pode ser considerado uma história de amor mesmo se terminar em corações partidos?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s