Resenha | O Livro da Literatura

Olá, Sonhadores! Essa semana eu tirei para falar sobre livros que falam sobre literatura e por que não trazer O Livro da Literatura então? Li ele bem aos poucos nos últimos meses parar absorver o conteúdo e agora compartilharei com vocês minhas impressões e minha opinião se vale a pena ou não adquirir!

Leia mais »

Resenha | Como Ler Literatura – Terry Eagleton

Olá, Sonhadores! Mesmo lendo bastante você ainda tem dificuldade com literatura? Com livros que usam e abusam da linguagem e são mais complicados de ler? Pois eu tenho! Eu sou da área de exatas e no máximo tive aulas de literatura na época da escola, então nunca me aprofundei muito no assunto. Sempre tive dificuldade de entender o que define a literatura, quais conceitos ela aborda e por que existe tanta polêmica nesse assunto! Para esclarecer essas e muitas outras questões, eu li este livro e hoje trago para vocês minhas conclusões!

Leia mais »

Metas Literárias de 2019

Desde o momento em que eu criei o blog ano passado até agora tenho aprendido muitas coisas a respeito não somente de literatura, mas também de criação de conteúdo, organização pessoal e atingir objetivos. Considero que tive um crescimento satisfatório, porém ainda preciso de mais para criar conteúdos melhores e mais relevantes. Neste post compartilharei um pouco sobre quais são minhas metas de leitura e para o blog também.

Leia mais »

Retrospectiva 2º Semestre 2018

Olá Sonhadores! Chegou aquele momento que eu gosto muito de fazer: a Retrospectiva!!!

Estou um pouco triste porque comparado ao primeiro semestre, este foi bem mais fraco e com menos leituras 😦 Eu imaginei que isso fosse acontecer, devido a entrega do meu TCC, mais uma série de coisas que foram acontecendo na minha vida. Porém, tudo já está em ordem e finalizado, agora estou com a corda toda pra ler muito em 2019 e postar muito aqui no blog!

Leia mais »

4 Autores que eu gosto da Escrita

Acho que todo mundo que entrou no universo dos livros, passou por uma iniciação. Um momento onde houve um livro em especial, em que a escrita do autor funcionou tão bem para você e a leitura foi tão fluída, que te provou como é bom ler.

Hoje vou falar sobre quatro autores que eu gosto muito da escrita, descrever os motivos que me fazem gostar e, claro, enaltece-los.

Para começar, já vou direto para a autora que, como e mencionei acima, foi a responsável por me fisgar para o universo dos livros. Agatha Christie tem uma escrita diferenciada, tenho certeza que ela não se tornou o sucesso que é a toa. Seus livros são romances policiais, investigativos, precisam ser objetivos e ter pistas no meio. Ela faz isso com maestria, mas não é isso que a diferencia. A diferença é que ela faz isso de uma forma mais leve e com um toque de humor. Não aquele humor que vai te fazer gargalhar, mas aquele leve alívio cômico que não vai te deixar entrar na bad do tema (afinal estamos falando de crimes e assassinatos).

O próximo autor é Brandon Sanderson, que está sendo publicado recentemente no Brasil e conquistando vários fãs. Este é um exemplo de eu ter certeza que qualquer livro que eu pegar para ler, vou terminar muito rápido e sei que vou gostar. Tem uma escrita dinâmica, as coisas acontecem, não são simplesmente contadas. É quase que o oposto de Stephen King, onde tudo é contado e em poucos momentos coisas acontecem (não desmerecendo o King, mas os livros dele são exemplos que se eu pegar para ler, sei que vou demorar uma vida para terminar).

Dan Brown não poderia ficar de fora. De forma parecida, ele também faz as coisas acontecerem nos livros, não apenas conta. A narrativa é objetiva, não tem enrolação, e o único ponto que poderia se tornar cansativo em suas histórias, ele consegue contornar com discursos muito interessantes e bem imersivos. Todos nós conhecemos a fórmula para seus livros, mas ela não iria funcionar se ele não escrevesse da forma que escreve.

Para terminar, o último autor,  eu já mencionei como gosto da escrita algumas vezes aqui no blog. É um caso um tanto surpreendente; primeiro porque é um autor do século XIX; segundo porque ele é muito detalhista, e isso pode deixar a leitura bem exaustiva. Estamos falando de Júlio Verne, autor de Vinte Mil Léguas Submarinas, Volta ao Mundo em Oitenta Dias e muitas outras obras. Este para mim é o mais difícil de explicar o que me faz gostar da escrita dele. As obras são interessantes por si só, a escrita é objetiva, a ponto de ser polida e seca, sem nenhum tempero especial, como o toque de humor usado por Agatha. Creio que o diferencial é que Verne consegue organizar suas ideias e apresenta-las de uma forma tão boa, que nos faz imergir naquele aventura junto aos personagens.

Enfim, para mim o mais importante é ter uma escrita objetiva. É isso o que todos os autores que eu citei tem em comum, mesmo que cada um com suas particularidades. E você? De que autores você gosta? O que tem de especial na escrita e na forma da narrativa deles que te faz gostar? Tenho muito interesse em saber!