Dois Garotos se Beijando – David Levithan

Eu não sei nem se eu estou preparado, mas falarei hoje do livro que, para mim, se tornou o melhor livro de temática LGBT que eu já li. Ele é totalmente voltado ao público gay, e creio que não importa como você é, que fase vida você está ou que experiências você já passou ou não, se você for gay, você vai se identificar com os personagens; vai entender exatamente como eles se sentem; vai lembrar de quando você passou por coisas semelhantes; vai se sentir feliz e acolhido por não estar sozinho e, por fim, vai se sentir triste por motivos que para nós são tão óbvios, mas que poucas pessoas além de nós conseguem ser entender.

Leia mais »

Garoto Encontra Garoto – David Levithan

Meu primeiro contato com David Levithan foi através de Will & Will, que eu não gostei muito. Porém, ao ler Garoto Encontra Garoto, eu notei que os pontos que foram negativos pra mim no outro livro, não existem nesse; na verdade, chegam até a ser opostos. Enquanto um tem um ar totalmente rebelde e ofensivo, o outro abriu espaço para um mundo onde, apesar dos problemas, existe um respeito tão bonito entre as pessoas, que eu fiquei maravilhado.

A trama da história é bem simples: temos o Paul, um adolescente que (a) se apaixona por um garoto, que (b) ainda tem assuntos inacabados com o ex-namorado, que (c) tem sua melhor amiga em um novo relacionamento questionável, e que (d) tem um amigo passando por problemas entre sua sexualidade e sua família. A mistura desses assuntos na vida de Paul o faz cometer erros, causando problemas e desentendimentos, que vão ser resolvidos ao longo da história.

O que mais me cativou neste livro foi o mundo em que a história se passa. Não é realista, não é o mundo que vivemos hoje, é um lugar que estamos tentando chegar, onde há mais respeito e igualdade; chega a passar um ar de utopia. Algumas pessoas criticaram isso, não consideraram crível (e que triste se dar conta disso), mas eu fiquei muito feliz de ver esse mundo e poder ficar um pouco nele através da história do Paul.

O livro é cheio de representatividade, um pouco de comédia, um pouco daquele romance adolescente bonitinho que todos queremos ter, e um pouco de esperança. Acho que dos livro com temática LGBT+ que eu já li, esta é uma indicação ideal pra quem precisa de um pouquinho de leveza.