Panico

Crítica do Filme – Pânico

Olá, Sonhadores! Mais um tipo de conteúdo estreando no blog: as Críticas de Filmes! Não é a primeira vez que falo sobre filmes por aqui, afinal muitos livros são adaptados para o cinema e eu sempre gosto de mencionar nas resenhas quando eu conheço a adaptação, mas essa é a primeira vez que faço um post exclusivamente dedicado a filmes. E o escolhido para essa estreia não é apenas um filme, mas sim uma série deles: Pânico (Scream).

Eu nunca fui muito fã de filmes de terror, mas nos últimos anos o P.S. Allen me convenceu a dar uma chance para alguns clássicos e até que eu fui gostando. Esse ano, com o lançamento do mais recente filme da franquia Pânico, nós decidimos assistir a todos os filmes antigos da série antes de ir ao cinema. E como, no geral, eu gostei, decidi que começaria as críticas de filmes com essa série.

Confesso que eu tinha um preconceito com Pânico porque achei que era algo na mesma vibe de Todo Mundo em Pânico e eu ODEIO essa outra série de filmes. Quando eu soube que era algo mais no estilo de Halloween, por exemplo, já fui assistir com mais bons olhos.

O primeiro filme da franquia conta a história de Sidney Prescott, uma aluna do ensino médio que se torna o alvo de um serial killer chamado Ghostface, devido a máscara que ele usa. A mãe de Sidney foi assassinada por um amante há alguns anos e ela acredita que o motivo dela estar sendo perseguida está ligado a isso. Ao mesmo tempo, o clima de tensão faz com que todos os amigos a sua volta também sejam considerados suspeitos.

As sequências dos filmes seguem exatamente o mesmo esquema com a diferença de que a maioria dos personagens são novos (até porque a cada filme 2/3 do elenco morre até o final hahah). E todos os filmes ao mesmo tempo que usam elementos dos anteriores também tentam trazer algo de novo. As vezes funciona, as vezes não. Ter assistido os filmes pela primeira vez um atrás do outro me fez ter uma perspectiva de que a série foi tendo altos e baixos ao longo dos lançamentos.

No geral não teve nenhum particularmente ruim. O que me incomodava na maioria deles eram as motivações dos assassinos. Todos faziam sentido? Sim. Porém, eram meio toscos e forçados. É aquele tipo de coisa que você precisa abstrair para não estragar a experiência do filme num total.

Um elemento da série que eu achei bem legal é a meta linguagem de existir um filme dentro do filme que segue o mesmo conceito e é inspirado nos filmes anteriores. É difícil de explicar, mas por exemplo: No segundo filme é contado que foi feito um filme chamado Facada inspirado nos acontecimentos do primeiro filme de Pânico. No último filme de Pânico, Facada já até passou a quantidade de filmes que o próprio Pânico. E esse não é apenas um elemento gratuito, ele é usado nas tramas, o que o torna mais legal ainda.

Outra coisa que os filmes fazem com frequência são referências a outros filmes do gênero, desde menções diretas em diálogos, até a pequenos easter eggs nas cenas. E é engraçado, pois apesar de ser sério, Pânico da a sensação de ser uma sátira a essas referências. Mas não algo para ridicularizar, é mais uma coisa tipo: “que porcaria… adoro!”

Quanto aos personagens, eu adoro a Sidney. Acho ela uma personagem icônica! Gosto bastante da Gale também, mas sinto que sempre que ela aparece é mal aproveitada. Não vou ficar falando muito sobre isso por motivos de spoilers, mas vale destacar que apesar de matar todo mundo, os filmes geraram personagens queridos que nos fazem querer continuar assistindo as sequências.

Uma pergunta que sempre acontece quando se fala em filmes de terror: dá muito medo? E a resposta é: não! É mais um suspense do que um terror, na real. Então, se você é medroso/a para terror, pode assistir tranquilamente.

E, como estamos em um blog de literatura, não posso deixar de dar algumas indicações de livros de terror para quem chegou aqui por causa dos filmes. Se você gosta do gênero e quer ser uma pessoa que lê mais, aqui está uma excelente oportunidade! Entre nos links e confira as resenhas abaixo:

Nota

Avaliação: 4 de 5.

Um comentário sobre “Crítica do Filme – Pânico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s