#UmPoucoSobre Dan Brown

Olá, Sonhadores! Há um bom tempo atrás eu resolvi criar uma série de posts aqui no blog falando um pouco sobre a vida e curiosidades de autores. Comecei pelo Júlio Verne que é um dos meus preferidos, mas acabou que eu deixei esse projeto um pouco de lado e só estou voltando com ele agora. Dessa vez escolhi falar com um pouco sobre outro autor que é muito famoso, um pouco polêmico, que gosto bastante e que já li todas as suas obras: Dan Brown!

Daniel Gerhard Brown é um autor norte-americano, nascido em 1964 em Exeter, New Hampshire. Ficou muito famoso depois de publicar seu best-seller “O Código de Vinci” e desde então todos os seus lançamentos costumam liderar ranking de vendas.

Uma das principais características de seus livros são os usos de religião e tecnologia nas tramas. Isso se deve, possivelmente, a influência de seus pais. Sua mãe era pianista de uma igreja e Dan Brown cresceu em um ambiente social cristão. Já seu pai, era professor de matemática e chegou a escrever um importante livro didático sobre Pré-cálculo com Matemática Discreta e Análise de Dados.

Outra característica fundamental de suas obras é a influência artística e o uso de grande obras para o desenvolvimento da história. O escritor sempre gostou muito desse assunto e um dia foi estudar História da Arte na Universidade de Sevilha na Espanha. Foi nessa época que ele adquiriu avançados conhecimentos sobre Leonardo Da Vinci e escreveu seu primeiro best-seller.

Sem dúvidas, Dan Brown é um dos escritores mais bem sucedidos do mundo. Porém, no meio literário ele é um pouco criticado por escrever histórias comerciais demais, que faz com que os livros sejam extremamente populares, mas não agrada muito críticos literários (o que, particularmente, eu acho uma grande bobagem). Outra reclamação que facilmente podemos encontrar na internet é que algumas pessoas acham os livros muito repetitivos. De fato, o autor segue uma fórmula bem evidente na estrutura suas obras. Não é apenas questão do estilo de escrita, é, literalmente, na estrutura da narrativa. Tanto que é possível relacionar personagens de histórias diferentes, mas que tem o mesmo papel na trama. Para alguns isso faz com que percam o interesse em ler outros livros que vão ser mais do mesmo, para outros isso é ótimo, pois já que gostou de um, certeza que também vai gostar dos outros (que foi meu caso).

Um de seus personagens mais icônicos e que protagoniza 5 de suas obras é o professor Robert Langdon, um Simbologista muito inteligente que sempre acaba metido em confusão, mas que usa de seus conhecimentos para resolver os conflitos e mistérios que surgem no caminho.

Eu já li todas os livros do autor e também já fiz resenha deles aqui para o blog. Não existe uma ordem certa de leitura. Os dois primeiros são avulsos e os outros fazem parte da série de Robert Langdon. Coloquei a série em ordem de publicação, mas pode começar pela que mais te interessar. Segue abaixo uma lista com links para as respectivas resenhas:

Espero que tenham gostado do post e conhecido um pouco mais sobre Dan Brown! Se tiver alguma sugestão de autor para continuarmos essa série comente aqui. Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s