Resenha | O Castelo Animado – Diana Wynne Jones

O que você faria se fosse amaldiçoado e passasse a ter 90 anos de uma hora para outra? Hoje vou apresentar a vocês a história de Sophie e sua aventura em O Castelo Animado. Este é um livro não muito conhecido, mas que inspirou uma das obras cinematográficas mais populares do estúdio Ghibli. Então pegue sua bengala e vamos conhecer este mundo mágico.

“Você está em um castelo com quatro portas. Cada uma abre numa dimensão diferente.”

Sobre a História

Sophie é uma jovem de 18 anos, a mais velha de três irmãs, que vivia com seu pai e sua madrasta e administravam uma chapelaria. Após a morte do pai, a chapelaria começa a ter problemas financeiros e a madrasta de Sophie decide encaminhar as filhas para conquistar algo na vida. Martha é mandada para ser aprendiz de magia, Lettie vai trabalhar em uma popular doceria e Sophie é escolhida para ser a sucessora da chapelaria e passa a trabalhar e aprender como a loja funciona.

No começo ela se da muito bem produzindo os chapéus, mas com o tempo a vida começa a perder a graça para Sophie. Depois de uma conversa com Lettie, ela sente que está sendo explorada, trabalhando muito sem ganhar nada, enquanto a madrasta vive passeando por toda parte. Ela deseja ter outra vida, mas vive com o pensamento que, por ser a irmã mais velha, está condenada a ser um fracasso e que nada que ela fizer vai funcionar.

Um dia ela recebe a visita de uma mulher desconhecida e imponente que deseja comprar um chapéu. A venda não da muito certo e Sophie descobre que ela é a famosa Bruxa das Terras Desoladas, uma mulher muito temida em todo o reino. A bruxa revela que conhece Sophie e veio impedi-la de ficar se metendo onde não deve. Sophie não entende o motivo e acha que tudo deve ser um engano, mas a bruxa amaldiçoa a indefesa menina e vai embora.

Logo, Sophie descobre que a maldição a fez ficar velha, muito velha. Ela começa a ficar desesperada, mas ao mesmo tempo a aceitar seu destino, afinal sempre se sentira uma velha. Sophie acha que não pode ficar em casa assim e decide fugir. Sua fuga a faz chegar em um castelo estranho que vive se movendo pelas montanhas em volta do reino. Este é o famoso Castelo Animado, a casa do temível Mago Howl, conhecido por se alimentar do coração de belas jovens. Sophie entra no castelo para se proteger do frio e da noite sem temer Howl, afinal ela é só uma velha e o mago não iria querer o seu coração. A partir daí ela começa a viver aventuras que jamais teria sonhado ao lado de Howl, Michael (um aprendiz do mago) e Calcifer (um demônio do fogo), enquanto tenta achar um jeito de voltar a ser jovem.

sophie

Minhas Considerações

Me desculpe ter escrito quatro parágrafos sobre a história, mas é que ela me deixou muito empolgado e tudo o que e escrevi é literalmente só o comecinho. O desenrolar da história vai passar por tantas coisas e trazer tantos questionamentos que você não imagina. Para começar temos o castelo, que não é SÓ um castelo que se move. A magia é algo tão intrínseco neste mundo que o castelo também é um portal que da acesso a outros três universos diferentes.

Os personagens também estão repletos de magia e eles são um ponto forte para mim neste livro. Todos eles, por mais defeitos que tenham, são muito carismáticos e não tem como terminar de ler sem amar todos. É muito fácil se identificar com Sophie e suas inseguranças. Howl, ao mesmo tempo que é egocêntrico e vaidoso, é muito engraçado e generoso. Até mesmo o demônio Calcifer, que você sente que está tramando alguma coisa, consegue nos conquistar a sua maneira. E durante a leitura esses personagens trazem pensamentos que você, como jovem, ainda não teve ou tem mas não sabe como lidar, principalmente coisas que se tratam da idade, de sonhos e da autoestima.

“Era estranho. Como jovem, Sophie teria se encolhido de vergonha pela maneira como estava agindo. Como velha, não se importava com o que fazia ou dizia. E achou isso um grande alívio.”

O livro tem uma linguagem infantojuvenil. Apesar de muita gente ter um pouco de preconceito contra, eu acho que o livro não poderia ter sido escrito de uma forma melhor. Particularmente eu me divirto bastante com esse tipo de linguagem e foi uma leitura muito agradável.

Como eu disse na introdução, o livro inspirou o filme homônimo do estúdio Ghibli, porém foi realmente só uma inspiração. As duas histórias são bem diferentes. Portanto se você já viu o filme, pode ler o livro esperando coisas novas e vice-versa.

Este é um livro que eu recomendo muito MESMO. Caso você ainda esteja relutante, então tente ver o filme primeiro. Não vai estragar sua leitura, visto que a história é diferente, e vai te deixar com uma vontade de “quero mais” que te levará ao livro. E de bônus, o livro faz parte de uma série que conta com três volumes. Ainda não li os outros, mas trarei aqui para o blog quando ler.

Discussão (com Spoilers)

Eu assisti ao filme primeiro e até agora para mim é meu favorito do estúdio Ghibli, especialmente pela trilha sonora e porque eu consegui me conectar muito com os personagens. Ambos, livro e filme, são igualmente ótimos. Só fiquei muito chateado que o Michael do livro não é o do filme porque eu gostei muito dele como criança… mas tudo bem!

Primeiro eu quero falar da Sophie. Eu não me identifiquei tanto com ela no sentido de problemas de autoestima, mas sim com tudo o que ela descobre sobre como é ser mais velha e como tudo se torna mais fácil e leve quando a sua mentalidade muda. Ela passa a ser mais proativa, menos tímida e a buscar seus desejos porque tudo o que a impedia (e que só existia na cabeça dela) se perdeu com a idade. Como se todas as pressões sociais em torno dela não existissem mais ou não tivessem a menor importância.

Agora eu quero falar sobre o Howl, porque assim, com ele eu me identifiquei bastante hehehe. Em resumo ele é a representação do signo de Leão. E eu como leonino, acabei me vendo muito nele, especialmente quando se trata de drama e exageros. Ao mesmo tempo que ele diz estar acabado e que é o seu FIM, ele já está tomando as medidas necessárias para deixar tudo em ordem. Eu só não sou tão vaidoso e muito menos tenho o coração de gelo de fazer uma pessoa se apaixonar por mim para depois perder o interesse, mas de resto me senti representado, não me julguem.

Sobre a trama e toda a questão dos universos paralelos que parecem passar em linhas do tempo diferentes, me deixou muito curioso e com vontade de ler os próximos livros. Espero não me decepcionar.

howlsophie


Avaliação

♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads

Título: O Castelo Animado (Howl’s Moving Castle)O_CASTELO_ANIMADO_1508039611618SK1508039614B

Autor: Diana Wynne Jones

Editora: Galera Record

Ano: 2007 (1985)

Páginas: 318

Idioma: Português (Inglês)

ISBN: 978-85-010-7546-8

Sinopse: O Castelo Animado conta a história de Sophie, uma jovem de 18 anos, amaldiçoada por uma bruxa que a transforma em uma velha de 90 anos. Para se livrar da maldição, ela foge e emprega-se no Castelo Animado de Howl. Essa “velha senhora”, dinâmica e misteriosa, dá uma nova vida à antiga habitação onde vivem Marko, um jovem aprendiz, e Calcifer, o demônio do fogo, responsável pela “vida” do castelo. Além de ficar condenada ao corpo de uma senhora, o feitiço impede que Sophie revele que está sob uma maldição. Ainda assim, ela e Calcifer, também amaldiçoado, fazem um pacto, jurando que um vai tentar quebrar a maldição do outro, descobrindo sua natureza. O livro mergulha fundo em seus personagens para encontrar compaixão e humanidade nos corações de todos eles.

* Informações da publicação original entre parênteses

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s