A Paciente Silenciosa - Alex Michaelides

Resenha | A Paciente Silenciosa – Alex Michaelides [P.S. Allen]

Olá, Sonhadores! Sentiram minha falta? Quem dizer que não vai levar um unfollow kkk. Brincadeiras à parte, este fim de semestre na faculdade foi bem corrido, não tive muito tempo para ler e me dedicar ao blog. Foi bem cansativo conciliar a graduação, trabalho e vida doméstica. Porém, agora estou de férias e cheio de tempo para me dedicar às minhas leituras.

Hoje eu vou falar sobre um livro que eu comprei há algum tempo atrás e fiquei adiando a leitura para um momento mais propício: A Paciente Silenciosa, do Alex Michaelides. Tinha certa expectativa neste romance, pois é um thriller psicológico e esse gênero sempre bagunça muito a minha mente.

Vendo-a sentada diante de mim, na confusão mental causada pela medicação, baba se acumulando nos cantos da boca, os dedos agitados, me veio uma súbita e inesperada tristeza

Sobre o Livro

A história vai falar sobre Alicia Berenson, que foi acusada de assassinar o próprio marido e desde então nunca mais disse uma única palavra. Há anos internada em uma clínica psiquiátrica, ela se mantém isolada dos outros pacientes, resistente às diversas abordagens terapêuticas e completamente dopada. O que aconteceu no dia do assassinato é um mistério, pois nem no julgamento Alicia disse algo para se defender, guardando toda essa história e angustia consigo desde então.

As coisas começam a mudar quando o doutor Theo Faber entra como terapeuta na clínica onde Alicia está internada e se compadece da causa da paciente silenciosa. Tentando de tudo para ajudar a garota, Theo se aprofunda cada vez mais em sua história e se liga emocionalmente com sua paciente, até que Alicia começa a falar, sem palavras, de coisas que Theo não gosta de ouvir, colocando em risco sua carreira e seu relacionamento conturbado com sua esposa.

Outros livros que podem te interessar:

Minha Opinião

Um dos pontos positivos do livro é o fato de termos um narrador-personagem (Theo) que parece ofuscar a verdadeira personagem principal, que é a Alicia. Porém, colocar esse tipo de narrativa em um thriller psicológico é uma formula que funciona bem: nos vemos dentro da história participando e interagindo com tudo o que está acontecendo. A mente começa a dar um nó e duvidamos das conclusões que estamos tendo a cada página. Isso funcionou muito bem em A garota no trem e funcionou igualmente aqui. Só se percebe o quanto se está imerso na historia quando o clímax chega, quando tudo é revelado e a dinâmica narrador-leitor é quebrada drasticamente.

Outro fator instigante do livro é o de Alicia não falar. É sério, isso é agonizante! Você fica desejando saber a versão dela dos fatos, saber se ela vai falar em algum momento, torce que para quando ela tem algum gesto corporal ele venha seguido de uma frase, e isso não acontece. Será que em algum momento ela vai falar? Isso é algo que você se pergunta durante toda a historia.

Um ponto negativo no livro é o plot twist: apesar de não ser algo inédito, o que não teria problema algum, ele foi feito de uma forma muito fraca. Parece que do nada o autor cansou de escrever e decidiu jogar tudo de uma vez e terminar logo os acontecimentos. Se você não desconfiou ao longo da história o que estava acontecendo, vai sentir como se um estranho tivesse parado você na rua e contado algo da vida dele. Acho que construir a curiosidade do leitor deve ser acompanhada da desconfiança. Isso gera surpresa ou satisfação no final. Senti falta desse misto bem neste momento.

De forma geral, o livro satisfez a expectativa que tinha sobre ele. Faltaram alguns elementos para fazer a narrativa mais completa? Sim, mas nada que desvalorize significativamente o livro. Deixo como indicação para quem gostou de Eu estou pensando em acabar com tudo, A garota exemplar e A garota no trem. Até a próxima!

“O objetivo da terapia não é consertar o passado, mas permitir que o paciente enfrente sua própria história e sinta sua dor.


Avaliação

Avaliação: 3 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


A Paciente Silenciosa

Alex Michaelides

ISBN: 978-85-011-1643-7

2019 – Record

364 páginas

Português (Brasil)

Sinopse

Alicia Berenson tinha uma vida perfeita. Ela era uma pintora famosa casada com um fotógrafo bem-sucedido e morava numa área nobre de Londres que dá para o parque de Hampstead Heath. Certa noite, Gabriel, seu marido, voltou tarde para casa depois de um ensaio para uma revista de moda e, de repente, a vida de Alicia mudou completamente.
Alicia tinha 33 anos quando deu cinco tiros no rosto do marido. Depois disso, nunca mais disse uma palavra.
A recusa da artista a falar ou a dar qualquer explicação transforme essa tragédia doméstica em algo muito maior – um mistério que atrai a atenção do público e aumenta ainda mais a fama da pintora. Entretanto, ao mesmo tempo que seus quadros passam a ser mas valorizados que nunca, ela é levada para o Grove, um hospital psiquiátrico judiciário na zona norte de Londres.
Theo Faber é um psicoterapeuta forense que espera há muito tempo por uma oportunidade de trabalhar com Alicia. Ele tem certeza de que é a pessoa certa para lidar com o caso. No entanto, sua determinação para fazê-la falar e desvendar o mistério de por que ela atirou no marido o arrasta para um caminho tortuoso que sugere que as raízes do silêncio de Alicia são muito mais profundas do que ele jamais poderia imaginar.
E, se ela falar, ele será capaz de encarar a verdade?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s