Obsessão - T. Moss

Resenha | Obsessão – Tara Moss

Olá, Sonhadores! Hoje é um dia raro aqui no blog, porque é dia de resenha de um livro que eu NÃO gostei. Isso significa que vou reclamar muito e apresentar alguns pontos que eu considero ruins em livros, em especial, neste caso, em thrillers. Preparado? Então vamos lá!

A primeira coisa que precisamos saber sobre esse livro (e que a editora fez questão de não deixar claro) é que ele faz parte de uma série. É o segundo volume. Não é uma série que você precise ler na ordem, pois cada livro possui um plot diferente. Porém, é relevante que você leia na ordem, pois a autora coloca spoilers do primeiro livro nesse. E, se tratando de um thillers, spoilers acabam totalmente com a experiência. Eu até posso tentar pegar o primeiro volume para ler agora, mas já não terá a graça que talvez tivesse.

Outro ponto que me enganou quando eu comprei o livro foi que nas notas e comentários que tem na contra capa, diz com grande destaque que T. Moss é considerada a nova Agatha Christie. E ok, confesso que não fui necessariamente enganado aqui, pois eu tinha CERTEZA que isso era um absoluto exagero, puro marketing. Mas, mesmo assim, isso me motivou a comprar para ver qual é que era dessa autora, e se talvez o marketing, pelo menos, tivesse um fundo de verdade. Mas não, não tinha nem sobra de verdade. Este é um thriller genérico como qualquer outros milhares que existem por aí. Fico até surpreso dele não se chamar algo como A Garota no Bosque, ou qualquer coisa do tipo. Não que eu ache esse tipo de livro ruim, mas ele não faz da autora absolutamente nada de especial e original. Nem mesmo o estilo de escrita dela se para com o da Agatha, é só uma escrita objetiva e comercial, como era de se esperar de um thriller. Até mesmo o tema não tem nada a ver com o que a Agatha costumava escrever. Aqui temos um caso de Serial Killer que mata mulheres como se fossem caças, ela nunca escreveu nada parecido. Não é porque livros são do mesmo gênero que são parecidos. Não tem NADA, simplesmente NADA nesse livro que lembre Agatha Christie. Logo nas primeiras páginas eu já senti isso e me deixou bem revoltado.

Obsessão - T. Moss

Mas mesmo revoltado eu decidi dar uma oportunidade para a história, afinal não é culpa da autora esse marketing imbecil. Só que mesmo lendo com as expectativas baixas, o livro conseguiu me decepcionar. Primeiro porque ele não nos causa tensão nenhuma, não tem aquilo de qualquer personagem é um suspeito (outra característica fundamental da Agatha que também não temos aqui). Sabemos quem é o assassino, só não sabemos se ele e algum outro personagem é a mesma pessoa, e isso torna tudo muito limitado e previsível. Enfim, a trama é fraquíssima.

Os personagens são OK, eles não são ruins, mas também não tem nada de especial. Ou seja, não tem nada muito o que falar sobre o livro. Quem sabe talvez o primeiro volume seja bom e por isso fez sucesso, e no segundo decaiu como muitas vezes acontece? Não sei. Pode ser também que a autora tenha melhorado ao longo da carreira e as sequencias estejam melhores. Só dá pra saber lendo! Caso eu decida me aventurar nisso, pode ter certeza que farei as resenhas, seja para falar bem ou mal.

Um curiosidade engraçada, é que a autora se chama Tara Moss, mas no Brasil foi trazida como T. Moss, provavelmente por “tara” ser uma palavra de cunho sexual hahah Achei uma completa bobagem, mas ok, talvez isso influenciasse em alguma questão jurídica que eu não conheço.

Enfim, não recomendo, tem muitos outros livros semelhantes bem melhores. Espero que essa resenha tenha sido pelo menos útil para você não cair na armadilha desse livro. Até a próxima!

“Andy sabia muito bem que a vida dos especialistas do FBI não era nada glamorosa. A vida de ninguém que lidasse com a obra das pessoas mais violentas e perturbadas do mundo poderia ser daquele jeito.”


Avaliação

Avaliação: 2 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


Obsessão

Tara Moss

ISBN: 978-85-767-6426-7

2010 – Fundamento

302 páginas (Pt/Br)

Sinopse: Ela é linda, modelo internacional, estudante de Psicologia Forense. E tem um passado que prefere deixar para trás. Makedde Vanderwall sobreviveu ao ataque de um diabólico serial killer na Austrália e está de volta ao Canadá, sua terra natal. Os únicos desejos de Mak são voltar à sua rotina e esquecer para sempre o que houve. No entanto, as lembranças surgem a todo instante. Além de sonhos terríveis e frequentes com o incidente na Austrália, algo mais perturbador acontece – Andy Flynn, o charmoso e complicado detetive australiano que salvou a vida dela vai ao Canadá participar de um evento sobre criminologia. E não é apenas a presença irresistível do policial que traz recordações a Makedde. O desaparecimento de três alunas faz com que a universidade onde ela estuda seja tomada por um clima de preocupação, que se transforma em pânico quando se descobre que as jovens foram assassinadas por um psicopata. A linda modelo nem imagina que um fato surpreendente a liga ao maníaco, o que a põe em perigo novamente. Mak vai ser obrigada a enfrentar seus medos da maneira mais cruel possível – revivendo seu maior trauma e lutando para sobreviver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s