Resenha | 108 Contos e Parábolas Orientais – Monja Coen

Olá sonhadores! Vocês estão bem? Espero que sim, mas se não estiverem hoje vou indicar para vocês um livro que talvez consiga transformar o seu dia! Este livro é uma coletânea de contos e parábolas orientas organizado pela Monja Coen, uma grande representante da religião budista no Brasil. Nele, ela interpreta e explica cada uma dessas histórias e nos trás um novo ensinamento. Independente da religião que você siga, venha comigo, pois vou te mostrar porque seria legal você conhecer um pouco mais sobre este livro!

“Um jovem monge perguntou ao mestre Joshu:
– Mestre, o que é o despertar, a iluminação?
O mestre replicou:
– Quando estiver com fome, coma. Quando estiver cansado, durma.”

Eu cresci dentro da igreja católica, mas hoje em dia não sigo nenhum tipo de religião. Porém, dentre elas, o Budismo é a que eu mais tenho me identificado. E foi durante minhas pesquisas sobre o assunto que eu conheci a Monja Coen e os livros que ela publicou aqui no Brasil. Decidi começar por este livro, pois eu imaginei que ele sintetizaria de forma fácil e exemplificada os principais conceitos e ensinamentos budistas. E eu acertei.

O livro conta com 108 narrativas muito curtinhas que variam entre poucas linhas até duas páginas e para cada uma delas, uma texto autoral da Monja Coen fazendo a contextualização e interpretação daquele conto. A grande parte deles não passa a mensagem de forma clara e objetiva, não diz “faça isso” ou “seja assim”. Eles dependem que haja uma reflexão por parte do leitor e as explicações pós-conto são fundamentais para nos ajudar.

Podemos dizer que este livro é uma mistura de contos, religião e autoajuda. Pois cada história vai nos passar um ensinamento que pode ajudar nas nossas vidas. Dentro eles temos, por exemplo, você passar a dar importância para as coisas que realmente importam, se desapegando dos excessos, inclusive se desapegando do próprio desapego. Temos também o ensinamento sobre viver no presente, fazer sua mente se concentrar no agora. Há contos que também falam sobre amor, medo, vaidade, orgulho, respeito e diversos outros assuntos que precisamos trabalhar em nós mesmos para termos uma vida melhor e promover um mundo com paz.

Eu recomendo bastante que vocês leiam, tanto para absorver os ensinamentos quanto para aprender um pouco mais da cultura oriental. Se você é de outra religião, não precisa ter receio, o livro não é nenhum tipo de conversão. As religiões não são inimigas. Acredito que elas se complementam bastante e aprenderiam muito umas com as outras. E não tenha medo de conhecer culturas diferentes da sua. Nosso mundo é diverso e interessante demais para viver limitado!

“Durante um reinado da Dinastia Tang, na China, um dos ministros comentou com o imperador:
– Algumas pessoas estão difamando Vossa Majestade.
O imperador respondeu:
– Como soberano, se acaso me cabe alguma virtude, não posso ter medo de ser difamado pelas pessoas. O que mais devo temer é ser elogiado sem ter nenhuma virtude.”


Avaliação

Avaliação: 5 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


108 Contos e Parábolas Orientais

Monja Coen

ISBN: 978-85-422-1635-6

2019 – Academia

240 páginas (Pt/Br)

Sinopse: Sabedoria para o dia a dia, tranquilidade e satisfação para a alma.
Quando lidos pela primeira vez, sem muita atenção, os coans podem parecer histórias sem sentido. Mas estes pequenos textos foram responsáveis pelo esclarecimento espiritual e iluminação da mente de grandes mestres da Índia, China e Japão no decorrer dos séculos.
Literalmente, a palavra koan – na língua portuguesa coan – significa proclamação pública. Era usada para nomear os comunicados feitos pelos imperadores orientais. A prática budista se apropriou dela e até hoje intitula parábolas que têm a função de transcender a realidade e proclamar alguns conceitos que não são facilmente explicitados em palavras.
Monja Coen, a partir de anais de grandes nomes da tradição Soto Zen Budista dos séculos XII e XIII, selecionou 108 coans e os aplicou ao cotidiano moderno, com a intenção de tornar a experiência de leitura destes textos mais compreensível.
Temas atuais como desapego material, decisões pessoais, relacionamentos, moral e muitos outros serão discutidos.
Uma reflexão profunda será possível a partir de poucas palavras. De maneira impressionante, estes breves contos são capazes de abrir a mente, tranquilizar a alma e trazer novas respostas para antigas perguntas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s