Joyland – Stephen King

Olá Sonhadores! Bem vindos a primeira resenha de 2019, que está em um novo formato, mais organizado e com mais fotos e conteúdo. Numa primeira parte, falarei sobre a história e minha opinião, sem nenhum spoiler. Em seguida, abrirei espaço para uma sessão de discussão onde falarei mais detalhadamente sobre alguns aspectos do livro (e aqui sim pode conter spoilers). Enfim, para começar, escolhi um livro de Stephen King: Joyland, um livro consideravelmente recente do autor.

“Quando se tem vinte e um anos, a vida é um mapa rodoviário. Só quando se chega aos vinte e cinco, mais ou menos, é que se começa a desconfiar que estávamos olhando para o mapa de cabeça para baixo, e apenas aos quarenta temos a certeza absoluta disso. Quando se chega aos sessenta, vai por mim, já se está completamente perdido.”

Sobre a História

Joyland, um parque de diversões amaldiçoado pelo assassinato ainda não solucionado de Linda Grey, mas que ainda abre suas portas para receber aqueles que não o substituiu pelos gigantes parques modernos.

Devis Jones é um rapaz que está vivendo uma crise: terminou um namoro no qual foi feliz e frustrado ao mesmo tempo. Em busca de superar essa situação ele aproveita suas férias de verão e vai trabalhar em Joyland; uma atividade comum entre os jovens durante o verão. Com o tempo, Devis começa a fazer algumas amizades e criar um interesse especial sobre o parque, seus funcionários e seus mistérios, principalmente depois que ele conhece Mike: um  garotinho sensitivo, portador de uma doença degenerativa que o faz ter que viver em uma cadeira de rodas sem poder passar pelas grandes emoções que o parque oferece.

facetune_01-01-2019-13-51-01

Minhas Considerações

Por um grande milagre este é um livro curto do autor, o que diminui um pouco o problema que eu tenho com aquelas narrativas arrastadas. Ouso dizer ainda que Stephen King encontrou um bom equilíbrio neste livro. Se você também é um pouco frustrado com ele e quer dar uma segunda chance, este livro é uma boa opção.

Sobre a trama, gostaria de destacar o fato de que tudo está conectado, foi bem elaborado, porém nada tem destaque (vou falar sobre isso mais detalhadamente na parte de Discussão). O que me causou muito a impressão de “faltar alguma coisa”, ou melhor, faltar um impacto.

De modo geral, eu recomendo esse livro. Se você quer fazer uma leitura de verão, misturada com um ar sombrio, vai gostar dessa história!

“Vocês receberam um presente valiosíssimo este verão: estão aqui para vender diversão. Em troca dos dólares suados dos clientes, vão distribuir felicidade. Crianças vão voltar para casa e sonhar com o que viram e fizeram aqui.”

facetune_01-01-2019-13-53-37

Discussão (Com Spoilers)

Posso reclamar o quanto eu quiser da enrolação que King faz na sua narrativa, mas eu não posso negar que ela é extremamente eficiente na construção dos personagens. Dev é um protagonista que você entende e se identifica. Cada personagem é único, tem sua individualidade, e isso pra mim é incrível.

O que eu mais gostaria de comentar aqui é sobre a trama. O drama de Devis, o mistério do assassinato no parque e o menino sensitivo Mike, não parece ter nenhuma relação a princípio, mas basta juntar os pontos que fica bem claro onde a história vai chegar. O grande mistério em si fica por conta de “quem é o assassino de Linda Gray?”, que por um momento eu achei que a história não revelaria, mas felizmente revelou e achei satisfatória. Pop, durante o livro todo foi aquele personagem carismático que está do lado do protagonista. Esse fato pode até torna-lo suspeito ao leitor se o mesmo considerar suas experiências com outros livros, mas dentro da história nada entregava o assassino.

O problema, para mim, foi que os três pontos que eu citei tem a mesma relevância para a história: nenhum tem destaque. Por um lado eu achei esse equilíbrio muito interessante, mas por outro lado veio uma sensação de “falta” que até hoje não sei explicar – comenta aqui no post se você tem uma explicação para isso, por favor!

Por fim, gostaria de acrescentar que fiquei emocionado com a trama do Mike. Não tem como! Usar doença, crianças e/ou animais sempre tem o efeito potencializado, especialmente quando um pastor de igreja desgraçado está envolvido.

Antes de terminar, só gostaria de agradecer novamente por todo o apoio dos leitores do blog, isso me deixa sempre muito feliz e motivado para criar conteúdo cada vez melhores!


Avaliação

♥ ♥ ♥ ♥

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads

JOYLAND_1436504852302105SK1436504852B Título: Joyland

Autor: Stephen King

Editora: Suma das Letras

Ano: 2015 (2013)

Páginas: 240

Idioma: Português (Inglês)

ISBN: 978-85-810-5298-4

Sinopse: CAROLINA DO NORTE, 1973.
O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.
Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença grave.
O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

* Informações da publicação original entre parênteses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s