2001 Uma Odisseia no Espaço - Arthur C. Clarke

Resenha | 2001: Uma Odisseia no Espaço – Arthur C. Clarke

Olá, Sonhadores! Olha, a resenha de hoje vai ser difícil, viu? Vou falar sobre um clássico da ficção científica que eu estava querendo ler a muuuito tempo: “2001: Uma Odisseia no Espaço” de Arthur C. Clarke. “E por que é difícil?”, você deve estar se perguntando. Bem, é difícil porque é um livro complexo e ao mesmo tempo não conseguiu me prender muito. Mas calma, vamos começar a resenha para eu explicar melhor o que aconteceu.

“Ao contrários dos animais, que só conheciam o presente, o Homem havia adquirido um passado; e começava a tatear na direção de um futuro.”

Bem, como explicar sobre o que se trata esse livro? Ele começa contando sobre a sociedade no período pré-histórico, onde os homens das cavernas receberam certa influência de seres extraterrestres ocultos e, graças a isso, conseguiram se desenvolver até se tornarem o mundo como conhecemos hoje. Porém, o autor foi otimista e considerou que em 2001 o homem já teria se desenvolvido o suficiente para viver na lua e fazer viagens interplanetárias.

Durante uma exploração na lua, cientistas descobriram um monolito que só poderia ter sido deixado lá enterrado por outra forma de vida. Isso se torna mais provável quando o monolito emite um sinal estranho em direção a uma lua de Saturno. Com isso eles acreditam que realmente possa existir vida extraterrestre e decidem enviar uma nave para o tal lugar.

Durante essa jornada muitas coisas acontecem e o autor explora diversos temas comuns da ficção científica como, por exemplo, a independência da inteligências artificiais, como poderia ser um ser extraterrestre desenvolvido e como a sociedade lidaria com uma descoberta dessa magnitude.

A proposta do livro é muito interessante e me atraiu, era um livro que eu fiquei muito tempo querendo ler. Porém, acho que coloquei expectativas demais e ele me decepcionou. Eu achei a estrutura dele um pouco confusa e ele acabou não me prendendo. Ele é separado por partes, com cada parte tendo um protagonismo. O conjunto da obra no final faz todo o sentido, mas durante a leitura você não entende nada de para onde a história está indo e não se importa, nem se identifica, com os personagens. Teve também o fator de talvez eu não estivesse na vibe para ler algo do tipo no momento, não sei. Não vou dizer que esperava mais porque o livro entrega o que se propõe, talvez minha decepção ficou por conta da leitura não me ter sido prazerosa.

Mas enfim, é um clássico que vale a pena conhecer. No final dessa edição que li tem dois contos curtinhos que autor se baseou para a escrever essa obra, foi bem interessante lê-los e ver o que o inspirou. Tem também uma adaptação cinematográfica de 1968 que eu não assisti ainda, mas pretendo. Caso você não saiba, esse livro tem continuações também! Uma de 2010 e outra de 2061, mas são edições raríssimas aqui no Brasil, então muito improvável que eu leia a menos que sejam republicados. Mas pretendo conhecer outras obras do autor como O Fim da Infância, Poeira Lunar e Encontro com Rama.

“À medida que seu corpo se tornava cada vez mais indefeso, seus meios de ataque se tornaram cada vez mais assustadores. (…) A lança, a flecha, a arma de fogo e, finalmente, o míssil teleguiado lhe deram armas de alcance infinito e poder quase infinito.
Sem essas armas, muito embora as tivesse usado várias vezes contra si mesmo, o Homem jamais teria conquistado seu mundo. Nelas pôs o coração e a alma, e por muitas eras elas lhe serviram bem.
Mas agora, enquanto elas existissem, os dias do Homem estavam contados.”


Avaliação

Avaliação: 3 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


2001: Uma Odisseia no Espaço

Arthur C. Clarke

ISBN: 978-65-860-6406-3

2020 – Aleph

336 páginas (Pt/Br)

Sinopse: Nos primórdios da humanidade, quando a fome e os predadores ameaçavam a raça humana, chega à Terra um objeto inusitado, inacessível à limitada compreensão da mente pré-histórica, mas que influencia os homens a descobrir coisas que permitem a sua própria evolução.
Milhões de anos depois, a descoberta de um monólito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia ao espaço uma equipe altamente treinada e HAL 9000, uma inteligência artificial responsável pelo funcionamento da nave e pela segurança dos tripulantes. Porém, o surgimento de pequenas falhas levanta a suspeita de que há algo errado com a missão.
Escrito por Arthur C. Clarke com o intuito de expandir a história criada com Stanley Kubrick para o cinema, 2001: uma odisseia no espaço desconcerta o leitor e o conduz a um futuro alternativo da história humana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s