Resenha | A História da Arte – E. H. Gombrich

Olá, Sonhadores! Fazia muito tempo que eu estava de olho nesse livro, pois eu super me interesso por arte, mas confesso que tinha uma grande deficiência no conhecimento sobre a História dela. E esse é um livro caro. Demorei pra adquirir porque fiquei meses esperando entrar em promoção. Mas a espera valeu a pena, eu adquiri o livro e já começo dizendo que não é a toa que ele é considerado um dos melhores livros sobre o assunto.

Tenho certeza que a grande maioria dos brasileiros teve pouco ou quase nenhum contato com a História da Arte. E o pouco contato que teve foi negligenciado como algo sem importância. O que é uma grande pena. A Arte tem um papel central na cultura dos povos, desde mais primitivos até os dias de hoje. Ela reflete muito do que somos como sociedade. E ignorar isso é ignorar que somos seres humanos, não máquinas. Porém, também não me surpreendo com esse fato. A arte é subjetiva e geralmente quando vemos alguém falando sobre ou até mesmo debatendo o assunto, é muito difícil de entender, chegando a ser maçante e muito vezes elitista também, como se apenas seres evoluídos que conhecem todas as técnicas artísticas fossem capaz de apreciar e interpretar a arte. O que afasta totalmente o interesse do sujeito. Eu fui uma dessas pessoas afastadas e olha que eu gosto do assunto. E é aqui que entra a primeira vantagem desse livro, o autor se aproxima de nós, ele trás a arte para introduzi-la a gente de forma simples e prática. Não é um livro para especialistas, é um livro para leigos.

O que me atraiu, em especial, nessa edição, foi o fato dela ser ilustrada por todas as obras que o autor cita e numa qualidade muito boa. Isso faz toda a experiência funcionar e ser interessante, pois muitas vezes nós até já conhecemos a pintura, batemos o olho e lembramos de já ter visto, e aí descobrimos o nome, o pintor e o contexto em que ela foi produzida.

E é um livro que passa por literalmente toda a História de forma geral, não chega a se aprofundar muito em cada período, afinal não é a proposta do livro. É bem similar, por exemplo, ao Sapiens do Yuval Noah Harari, só que específico para as artes plásticas. Inclusive, é bom destacar, ele fala não somente de pinturas, mas de arquitetura e esculturas também.

Esse livro é uma grande fonte de conhecimento e de inspiração. Se você quer recuperar o tempo perdido e aprender um pouco mais de História ou se você já é um artista e quer se inspirar, esse livro é uma ótima opção!


Avaliação

Avaliação: 5 de 5.

Se interessou? Compre este livro pelo meu link da Amazon e apoie o blog!

SkoobGoodreads


A História da Arte

E.H. Gombrich

ISBN: 978-85-216-1185-1

2000 – LTC

714 páginas (Pt/Br)

Sinopse: A História da Arte é um dos mais famosos e populares livros sobre arte já publicados. Durante 45 anos, permaneceu incomparável como uma introdução a todo o assunto, das mais antigas pinturas em cavernas à arte experimental de hoje. Leitores de todos os tempos e das mais diversas origens encontram em Ernst Gombrich um verdadeiro mestre, que combina o conhecimento e a sabedoria a um talento excepcional para comunicar seu profundo amor pelas obras de arte que descreve. A História da Arte deve sua duradoura popularidade à objetividade e simplicidade do texto, sem mencionar a habilidade do autor para apresentar uma narrativa fluente. Ele descreve como sendo seu objetivo trazer alguma ordem compreensível à riqueza de nomes, períodos e estilos que preenchem as páginas com as obras mais ambiciosas. Além disso, Gombrich usa sua percepção da psicologia das artes visuais para nos fazer ver a história da arte como uma tela contínua e uma mudança de tradições, em que cada obra reflete o passado e aponta para o futuro. Trata-se de uma corrente viva, que ainda liga o nosso tempo à era das Pirâmides. Em novo formato, a 16ª edição desta obra clássica mantém o progresso triunfante rumo às novas gerações, permanecendo como primeira opção e referência para os iniciantes no mundo da Arte.
Entre as dezenas de estudiosos que se lançaram à aventura de contar a História da Arte, o austríaco Ernst Gombrich é o único que o fez sem deixar-se contaminar pelos entediantes impasses teóricos e conceituais que dominam as discussões sobre a produção artística desde 1950.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s