Indicações de Amigos #3

Olá sonhadores! Hoje venho com o terceiro post da série de Indicações de Amigos, onde eu convido um(a) amigo(a) para fazer três recomendações de livros para vocês com o objetivo de tornar o blog mais plural e variado!

Hoje eu convidei ninguém mais, ninguém menos do que minha amiga de muuuitos anos: Bruna (@bruna.dominoni). Foi ela que me recomendou e convenceu a ler Agatha Christie e a partir dessa leitura me tornei um leitor muito mais assíduo.

1Q84

Série 1Q84

Haruki Murakami

SkoobGoodreadsAmazon

1Q84 é o livro mais ambicioso de Haruki Murakami, fenômeno da literatura contemporânea. Assumidamente inspirado na obra-prima de George Orwell, o título se situa no ano de 1984. No primeiro volume Murakami apresenta Aomame, uma mulher que esconde a profissão de assassina. Em uma tarde, no início de abril, ela está parada em um táxi, em meio ao trânsito de uma via expressa de Tóquio. Temendo não chegar a tempo de resolver uma pendência no bairro de Shibuya, ela se vê diante de uma opção inusitada proposta pelo motorista: descer do veículo e seguir por uma escada de emergência em plena avenida. Apesar de um estranho aviso do taxista, que diz que as coisas à volta dela se tornarão estranhas, ao fazer algo tão incomum, Aomame segue a sugestão inicial. Após descer a escada e seguir seu caminho, ela repara aos poucos que certos aspectos da realidade se tornaram diferentes: por exemplo, as armas utilizadas pelos policiais não são mais pistolas e as manchetes nos jornais são completamente distintas em relação às que ela havia lido nos últimos dias. Em paralelo à trama de Aomame, o professor de matemática e aspirante a escritor Tengo se envolve em um misterioso projeto de refazer um romance escrito por uma jovem de 17 anos. Apesar do receio em assumir o papel de escritor fantasma de “Crisálida de Ar”, um livro fantasioso e enigmático mas cheio de pequenos defeitos, ele se convence a realizar a tarefa. Mas, para isso, deve conhecer antes a autora, uma estranha jovem chamada Fukaeri. À medida que as histórias vão se alternando, Aomame continua a perceber diferenças sutis na realidade. Ela se dá conta que, ao descer a escada de emergência da via expressa, passou de alguma forma a habitar um mundo discretamente distinto, que acaba batizando de 1Q84. Já Tengo, aos poucos, passa a reparar em estranhas semelhanças entre a ficção fantasiosa de Fukaeri e a realidade, além de perceber que parece correr algum tipo de perigo quando se vê envolvido com uma misteriosa seita. De forma alternada, Murakami narra duas histórias que aos poucos convergem. O autor afirma que a inspiração para escrever este e outros sucessos de público e crítica vem da observação da realidade. 1Q84 faz jus ao gênio de Murakami, entrelaçando as histórias e os dramas de Aomame e Tengo, além das estranhas distorções que vão se infiltrando em suas vidas. Ele mescla suspense e distopia numa saga pós-moderna, com assassinatos, estranhas seitas e mundos paralelos. Ao final, o autor constrói uma trilogia que fala de abandono, amor e mistérios que desafiam os limites do real.

Bruna: Talvez essa trilogia enorme não seja o melhor ponto de partida para começar a ler Murakami, porém, resolvi recomendar essa série porque me marcou bastante. É uma leitura fascinante e muito envolvente, centrada em reflexões e no desenvolvimento pessoal dos protagonistas, entre os quais a narrativa alterna, que se encontram em um mundo onde as coisas não são como deveriam ser. Quando li, fiquei completamente absorta nos sentimentos e pensamentos dos personagens e muito intrigada com o mistério aparentemente inexplicável que os ronda. Como em todo bom livro do Murakami, a narrativa é centrada em aspectos mundanos, porém ao mesmo tempo surreais e mágicos. Creio que é uma característica da literatura oriental focar mais na atmosfera da história e é algo que Murakami faz muito bem nesse livro, é uma história para você mergulhar numa vibe e se perder completamente nela e, ao mesmo tempo, torcer muito pelos personagens e sofrer demais com os perrengues deles.

Lucas: Desde que a Bruna conheceu Murakami ela me recomenda. Esse ano, depois de enrolar muito, eu resolvi dar a chance e arrisquei a ler Caçando Carneiros. A leitura me fez conhecer as características que todos falam que o autor tem, mas não me prendeu tanto. Eu diria que Murakami é um autor que se você gosta do gênero e estilo que ele usa, vai considerar ele um dos melhores no que faz, mas se não faz seu tipo, como é meu caso, talvez não agrade tanto. Eu ainda não desisti dele, talvez seja só questão de eu tentar ler mais pra frente, em outra oportunidade. Independente disso, eu recomendo que todos experimentem ler uma obra dele também para descobrir se faz o seu gosto!


Aprendendo a Aprender

Barbara Oakley

SkoobGoodreadsAmazon

Aprendendo a Aprender é o livro que deu origem ao curso de mesmo nome oferecido pela plataforma Coursera, um dos cursos abertos online de maior sucesso de todos os tempos. Neste livro, a Professora Barbara Oakley mostra como você pode aprender e aperfeiçoar-se muito mais fácil e rapidamente aplicando técnicas comprovadas pela pesquisa e usadas por peritos nos campos da arte, música, literatura, ciências, esportes e muitas outras disciplinas. Você aprenderá como o cérebro usa dois modos diferentes de aprendizagem e como ele encapsula as informações, e verá o que você deve fazer para tornar esse processo mais eficiente.
Você também descobrirá como as ilusões de aprendizagem podem estar sabotando-o, e aprenderá as melhores técnicas de memória, para lidar com a procrastinação e para aprender assuntos difíceis do modo mais efetivo. Usando essas abordagens, não importa qual seja o seu nível de habilidade no assunto que você quer dominar, você pode mudar sua forma de pensar e mudar sua vida. Se você já é um perito, essa espiadela atrás das cortinas da mente lhe dará ideias para turbinar sua aprendizagem bem sucedida, incluindo dicas contrárias à intuição para fazer provas e sugestões para ajudá-lo a tirar o máximo do tempo que você dedica aos estudos. Se você está enfrentando dificuldades, você verá uma vasta coleção estruturada com as técnicas práticas de que você precisa para voltar ao caminho do sucesso. Se você alguma vez quis se tornar melhor em alguma coisa, este livro irá ajudá-lo a chegar lá e servirá como seu guia.

Bruna: Em vez de indicar mais um livro de literatura, resolvi indicar esse livro de autoajuda que apresenta e explica as melhores técnicas de estudo de acordo com a ciência, as quais muitas vezes são contrárias à intuição, e indica recursos e estratégias para aprender de forma eficaz, explica a lógica por trás de todo o processo, bem como o funcionamento do cérebro humano para assimilar novos conhecimentos. Os exemplos e o discurso da autora se direcionam mais para o estudo da matemática e ciências, porém, ela sempre relembra que as ferramentas expostas no livro podem ser aplicadas a qualquer campo de estudo. Confesso que ainda tenho dificuldade em extrapolar a aplicação de algumas das técnicas para as áreas de humanas, onde se há a sensação que é necessário decorar muitas coisas. Entretanto, o livro fala muito sobre técnicas de memorização, então se aproveita muito nesse ponto para qualquer área do conhecimento. De todo o modo, eu diria que o livro como um todo apresenta uma base sólida para você desenvolver seu próprio processo de estudo de uma forma mais eficiente.

Lucas: Quem acompanha o blog sabe que vez ou outra eu apareço com uma leitura de autoajuda. Ao mesmo tempo que é um gênero extremamente comercial e popular, também é rejeitado por muitas pessoas, especialmente mais jovens. Eu entendo que essa rejeição vem não só da qualidade questionável de alguns desses livros, mas também da maturidade que desenvolvemos com o tempo, porém acho que é uma leitura que merece uma oportunidade. Principalmente no caso desta indicação de Aprendendo a Aprender que parece ser muito útil para quem ainda é estudante. Eu adoro aprender coisas, e tenho curiosidade de ler esse livro em algum momento.


O Cortiço

Aluísio de Azevedo

SkoobGoodreadsAmazon

Em algum momento da vida escolar, muitos estudantes brasileiros serão desafiados com a leitura do romance O Cortiço, de Aluísio Azevedo. Escrito em 1890, este clássico da literatura brasileira é considerado uma obra-prima do naturalismo. Por seguir o estilo linguístico vigente na época, o autor se vale de uma linguagem rebuscada, cheia de palavras difíceis, e isso acaba atrapalhando a leitura da garotada. E é exatamente para sanar esse problema que a Panda Books lança esta edição. O texto integral de Aluísio Azevedo vem acompanhado de explicações, links e notas informativas de Fátima Mesquita, que traduzem o português de antigamente para aquele que até o leitor mais preguiçoso é capaz de compreender.

Bruna: Não estou recomendando esse livro exatamente por ele refletir meus gostos literários, mas pelo motivo pelo qual eu escolhi ler O Cortiço: conhecer mais autores brasileiros antigos. Se você for como eu, provavelmente não consome tanto esse tipo de conteúdo e não sabe tanto assim de como era o Brasil antigamente, e esse livro dá um pouco dessa perspectiva. O Cortiço retrata a vida cotidiana de vários personagens, suas condições socioeconômicas, a cultura, os problemas sociais, o modo de pensar e sobre as diferenças entre brasileiros e portugueses na narrativa. Por esses motivos, achei que ler esse livro foi uma experiência enriquecedora culturalmente, e ainda passei a conhecer muitas palavras, expressões e trejeitos novos do nosso idioma (o que torna muito divertido ler os diálogos em voz alta!). Além disso, achei muito interessante ler um livro que eu provavelmente só deixaria passar despercebido, pois isso criou uma atmosfera de despretensão e redução de expectativa que tornou a leitura mais leve, casual e, portanto, agradável, e também acabou fomentando minha curiosidade com a história. Achei uma ótima forma de sair de um período em que eu não estava lendo livro algum.

Lucas: Essa indicação é meu ponto fraco! Eu sei que eu preciso ler mais literatura nacional clássica, mas ainda não superei os traumas do Ensino Médio. Acho que a Bruna deu argumentos mais que o suficientes do porquê você deve ler esses livros, principalmente para enriquecimento cultural sobre seu pais. Em algum momento vou adentrar esse mundo também, mas quero fazer isso quando sentir que estou preparado.


Espero que tenha gostado das indicações! Se quiser mais, visite os posts anteriores aqui e aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s