Minha Experiência no Home Office

Que 2020 foi um ano complicado todo mundo já sabe. Mas ele também trouxe algumas coisas maravilhosas para minha vida e é sobre uma delas que quero falar hoje: como está sendo minha experiência com o Home Office!

Caso você não saiba, eu sou desenvolvedor de software e trabalho na área há 10 anos. Sempre tive que ir trabalhar pessoalmente na empresa, fazer o trajeto de ida e volta (que para minha sorte era curto), conviver com colegas de equipe e literalmente passar a maior parte do meu dia nessa “segunda casa”.

Durante todo esse período eu sempre tive o desejo de experimentar o Home Office, mas ao mesmo tempo eu não tinha a MENOR perspectiva de quando isso seria possível. Mesmo a minha área sendo um pouco mais aberta a esse método de trabalho, a maiorias das empresas, principalmente brasileiras, rejeitam a ideia. Vivemos numa cultura que acha que quanto mais tempo o funcionário passar dentro da empresa sendo supervisionado de perto, maior será o lucro. No fundo todos sabemos que não é assim que as coisas funcionam, mas é muito difícil mudar e experimentar jeitos novos de fazer qualquer coisa. Infelizmente precisou que uma situação extremamente adversa surgisse (como uma pandemia) para forçar as empresas a repensarem seus formatos de trabalho.

Eu fui uma dessas pessoas que por causa da pandemia começou a trabalhar em casa e continuo até hoje, sem previsão de mudar. Porém, minha história é um pouco diferente. A empresa onde eu trabalhava ainda não tem até hoje a pretensão de adotar o Home Office e eu sai dela no comecinho do ano, antes do caos acontecer. Fique desempregado por alguns meses até que no segundo semestre eu fui contratado por outra empresa. Para a minha imensa surpresa (pois não havia sido informado disso), a equipe que eu entrei estava trabalhando em casa (por causa da pandemia), MAS devido ao sucesso desse formato, decidiram continuar assim mesmo depois da vacina chegar.

Eu fiquei muito feliz e satisfeito com essa notícia, porém ainda existia aquele mistério de “será que vai funcionar para mim?”. Afinal o Home Office tem suas vantagens e desvantagens. Além do fato de que cada pessoa trabalha melhor de uma forma e esta pode não ser a melhor forma para você. Depois de 4 meses experimentando, acho que cheguei a algumas conclusões.

Primeiro é bom lembrar que cada tipo de emprego funciona de forma diferente. Isso significa que não existe só uma forma de trabalhar de casa. Eu percebi isso quando vi durante o dia a dia que nem tudo era como eu imaginava, mas que poderia ser; tudo depende de como a empresa vai gerenciar. Por exemplo, você pode trabalhar no horário comercial normal (como é meu caso) e ter que estar totalmente disponível neste tempo para a empresa. Ou você pode trabalhar com prazos, onde você precisa entregar um projeto até dia X, mas o horário que você vai se dedicar a isso você define, desde que entregue o que foi solicitado dentro do prazo.

Os maiores pontos positivos para mim foram: (1) Comodidade. Acho que quanto a isso nem tem muito o que comentar. (2) Melhor aproveitamento de tempo, tanto para mim que economizo tempo de locomoção, quanto para o horário de trabalho, pois tenho muito menos distrações em casa do que se tivesse na empresa com várias pessoas em volta. Mas isso é uma variante, pois no seu caso pode ser mais distrativo em casa se você tiver filhos, por exemplo. (3) Isolamento. Apesar de isso soar negativo para a maioria das pessoas, estar sozinho, em silêncio, sem necessidade de interagir com outras pessoas o tempo todo, faz eu me sentir em paz e muito menos ansioso. Isso reflete totalmente na minha saúde mental e física também. Problemas de saúde que eu estava tendo antes diminuíram e/ou sumiram depois dessa mudança.

Existem também alguns pontos negativos, mas que é possível controlar. Primeiro que é fundamental você delimitar seu tempo de trabalho, principalmente se é você que gerencia isso. E também tentar não deixar a empresa te sobrecarregar, pois existe isso dentro de empresas inexperientes no Home Office, de achar que por estar em casa você tem a obrigação de fazer muito mais por ela. Felizmente não é o caso da minha, mas é sempre bom ficar atento. Outro problema é que algumas despesas como energia, água e até mesmo o cafézinho passam para você, mas para mim pelo menos, vale a pena pela comodidade. Algumas pessoas tem dificuldade de estabelecer sozinhas uma rotina de trabalho. Eu entendo como é. Como minha rotina é determinada pela empresa, isso me ajudou, mas caso dependa de você e você não estiver sabendo lidar, isso é um problema.

Concluindo, minha experiência trabalhando em Home Office tem sido muito boa. Acho que é uma tendência que veio para ficar. Tenho certeza que muito vai ser questionado ainda, já existe quem levanta pontos do porque é melhor trabalhar dentro da empresa, mas considerando todos os pontos, atualmente eu acredito que a melhor forma de trabalho varia de pessoa para pessoa e quando as empresas entenderem isso e souberem lidar com isso, teremos um mercado de trabalho mais agradável.

E você? Está trabalhando de casa também? Está dando certo? Compartilhe comigo suas experiências e quem sabe eu faça uma parte dois desse assunto com pontos que deixei passar! Enfim, até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s