Origem – Dan Brown

Creio que todo mundo que já teve contato com Dan Brown, sendo direto pelos livros ou por resenhas, já ouviu falar sobre a famosa fórmula de suas histórias. Eu não tenho muito a dizer sobre isso, pois apenas li dois livros do autor (sendo este o único com participação do personagem Robert Langdon). Porém, sendo esta a publicação mais recente, tenho certeza que ele aperfeiçoou sua técnica e criou o seu melhor livro.

A história fala sobre Edmond Kirsch, um jovem futurólogo e cientista que descobriu as respostas para as perguntas “De onde viemos?” e “Para onde vamos?”. Seu erro foi querer provocar líderes religiosos antes de divulgar sua descoberta. O famoso personagem de Dan Brown, Professor Robert Langdon, acaba se envolvendo nesta trama por conhecer Edmond e ter sido de grande ajuda em sua carreira e sua descoberta.

A escrita do autor é do jeito que eu gosto: objetiva e com descrições sob medida. Mas o que mais me surpreendeu foi que ele conseguiu passar todos os conceitos e filosofias, que são necessárias para a compreensão do enredo, de uma forma nem um pouco cansativa (como costuma ser em grande parte dos livros que possuem isso). Ele não apenas conseguiu me prender em seus discursos, como também me deixou completamente interessado.

Ação, mistérios e grandes reviravoltas também não faltam. E o melhor: o final te convence! Pelo menos para mim, que passei o livro todo me perguntando se a conclusão seria apenas algo fantasioso demais, a conclusão foi perfeita!

Este foi um post que eu pensei bastante sobre fazer uma resenha como sempre faço ou algo mais livre, com spoilers e algumas discussões a respeito de pontos sobre a história. Talvez eu ainda faça outro post assim, não sei. Mas uma coisa é certa: recomendo.