Moby Dick – Herman Melville

Quem sou eu para falar algo sobre uma obra tão antiga e consagrada?

Eu não sabia nada sobre ela além do óbvio, a caça a colossal cachalote branca: Moby Dick. Eu não costumo criar expectativas e li somente pensando em satisfazer meu gosto sobre o mar e seus mistérios.

Resultado: O livro foi algo totalmente diferente do que eu esperava. Não se trata apenas de um romance, essa obra é uma enciclopédia sobre a caça as baleias.

A história é narrada por Ishmael, um marinheiro letrado que parte junto a uma multiétnica tripulação no Pequod, um navio baleeiro comandado pelo Capitão Ahab, para o que seria apenas mais uma viagem de caça. Porém, pouco depois deles partirem, o capitão declara suas verdadeiras intenções, nesta viagem ele planeja se vingar da baleia que arrancou sua perna, uma baleia conhecida e temida por todos, Moby Dick.

Vale a pena destacar alguns pontos como o conflito de interesses entre a tripulação e seus investidores com o plano de vingança de Ahab, e os conflitos internos causados pela convivência de pessoas tão diversificadas. Em especial, vale destacar também Queequeg, um personagem importante, nativo de uma ilha distante e considerado um perigoso canibal, que Ishmael desenvolve uma amizade reciproca e inesperada.

Eu confesso que demorei oito meses para ler o livro. Fui passando vários outros na frente, não por ser uma leitura cansativa e desinteressante (o que pode realmente ser caso você não esteja predisposto ao tema), mas porque a narrativa não tem um fluxo que te prenda, sendo interrompida a todo instante por capítulos e mais capítulos técnicos e filosóficos que falam sobre tudo o que envolve a caça as baleias naquela época.

Ao mesmo tempo que isso me fez desanimar um pouco durante a leitura, me fez sentir depois a grandiosidade e importância da obra, mais do que um romance, é um livro de História carregado de conhecimento.

Concluindo, Moby Dick é um livro que você precisa estar predisposto a ler e aceitar seu formato, pois não tenho dúvidas que será abandonado no meio se não for assim. Tem um final questionável, eu particularmente não gostei da forma que personagens que nos foram apresentados durante toda a história tiveram seus finais, senti que foram desprezados. De qualquer forma, é um livro que não me arrependi de ter lido, valeu muito a pena a experiência, mas que recomendo somente a quem realmente estiver disposto.