Títulos que eu gosto e desgosto

Assim como as capas, os títulos também são um fator que pode te induzir a se interessar pelo livro ou te afastar totalmente. Isso é algo que varia de pessoa para pessoa, sem contar que nós mesmos mudamos com o tempo e podemos nos interessar por algo que antes não gostávamos. Mas enfim, hoje vou falar um pouquinho sobre quais títulos me afastam ou me atraem atualmente!

Vamos começar com títulos que usam nomes próprios. Este é um caso complicado para mim, pois tendem a não me atrair, mas os que eu acabo lendo ficam marcados. Elantris do Brandon Sanderson e Lady Susan de Jane Austen são exemplos que eu vou sempre lembrar pelo nome. Livros clássicos como Frankenstein e Drácula, ou até mesmo grandes sucessos como Harry Potter e Percy Jackson são casos a parte, pois a fama que eles carregam atraem antes do que o próprio título.

Um tipo de título que me irrita um pouco são os que carregam “A(O) Garota(o) que/de/no” ou “A(O) Menina(o) que/de/no” ou qualquer derivado disso. Passa uma impressão descarada de cópia e me afasta muito fácil. Apesar de eu ter lido A Garota no Trem e gostado muito, foi numa época em que esses títulos ainda não tinham se proliferado.

Semelhante ao exemplo acima, estão os títulos “O(A) Alguma Coisa”. Este caso pode ser uma faca de dois gumes, eles funcionam para mim quanto mais diferentes forem e me afastam quanto mais básicos. O Iluminado do Stephen King e O Alquimista de Paulo Coelho, por exemplo, são casos que funcionaram.

Para finalizar, os títulos que eu mais gosto são os que me fazem questionar algum detalhe que só lendo o livro eu vou descobrir o que é. Aqui temos muitos exemplos: Caixão Fechado de Sophie Hannah, na minha cabeça de fã de histórias investigativas já vem milhões de questionamentos, através de só essas duas palavras. Fortaleza Digital de Dan Brown, é um título em que a analogia com fortaleza me fez ver como ele foi bem pensado. O Hospital Hostil de Desventuras em Série é um dos meus favoritos da série, pois além de combinar com a história, também tem esse jogo de palavras que eu achei bem divertido. Os títulos inusitados da série do Guia do Mochileiro das Galáxias é um ótimo exemplo de como títulos fora do padrão podem ser legais.

Bem, por hoje é só. Compartilhe comigo os títulos que você considera atraentes e o motivo, tenho curiosidade em saber. E até o próximo post!